NOTÍCIAS

Caprichoso define novos regentes para comandar Marujada de Guerra

A nova tríade formada pelos regentes Márcio Cardoso, Luiz Carlos Barros e Vitorhugo Marais tem a missão de levar o item 3 ao bicampeonato

4 de abril de 2016 Parintins Amazonas Terra Folclore Festival

Divulgação



Márcio Cardoso, Luiz Carlos Barros e Vitorhugo Morais são os maestros oficiais para levar a Marujada de Guerra do Boi-Bumbá Caprichoso ao título do 51º Festival Folclórico de Parintins em 2016. A novidade é a apresentação de Márcio Cardoso, de 21 anos, e o retorno de Luiz Carlos Barros, depois de cinco anos longe da função. Eles estiveram em reunião com a diretoria e Conselho de Artes do Boi Caprichoso na semana passada.

Os novos regentes do item campeão do festival começaram os trabalhos no ensaio da Marujada de Guerra, no curral Zeca Xibelão, em Parintins, depois de aceitarem o convite da diretoria do Caprichoso. Na Marujada desde 2006, Márcio Cardoso, de 21 anos, toca repique e comandou o item nos ensaios no curral em 2015, quando o então maestro, Jonédson Ramos, viajava à Manaus.

Ele se disse feliz ao realizar o sonho de chegar ao posto principal e afirmou manter os pés no chão. “Eu apreendi muito nesses anos todos na Marujada e ano passado foi uma experiência boa reger o item. Não tem coisa mais orgulhosa reger para as pessoas que eu era fã. Não sou tão experiente, mas o pouco que sei asseguro que vou somar e ajudar a Marujada esse ano. Acredito que estou preparado. Com o nosso trabalho, a Marujada e o Caprichoso serão campeões”, declara Márcio.

Já Luiz Carlos, músico profissional desde 1996, foi regente da Marujada de Guerra, em Parintins, no ano de 2010. De acordo com o maestro, o trabalho será feito de uma forma um pouco mais técnica esse ano em preparação a programação de lançamento do CD do Boi Caprichoso no dia 22 de abril. “Estamos com o tempo um pouco corrido. Nessa semana, temos ensaios com a base da Marujada, e alguns ritmistas terão instrumentos microfonados junto a banda base”, explica.

Em 1998, Luiz Carlos foi o primeiro músico percussionista de boi-bumbá na Orquestra Filarmônica do Amazonas representando o Boi Caprichoso sob a regência do renomado Maestro Júlio Medaglia, no Teatro Amazonas durante a abertura do XXXIII Festival Folclórico de Parintins, acontecimento que muito orgulha o músico.

Os ensaios vão consistir de segunda-feira à noite na Escola de Artes Irmão Miguel de Pascale e terça-feira com a Marujada completa. Na quarta-feira, os ensaios voltam à escola de artes e na quinta-feira no curral. A previsão de Luiz Carlos Barros é passar todas as 21 toadas do repertório do CD ‘Viva Parintins!’, sendo 10 toadas na terça-feira, dia 05, e 11 na próxima quinta-feira, 07, para os marujeiros executarem os toques massivamente.

Em Manaus os ensaios acontecem sob o comando do regente, Vitorhugo Morais, desde o final de fevereiro. “Estamos em ritmo intenso todas as sextas-feiras, passando todas as toadas do novo repertório, sempre primando pela qualidade do conjunto, sendo repetidas as variações de toques complexos até alcançarmos a qualidade da Marujada”, observa.

Conforme o diretor administrativo do Boi Caprichoso, Elias Michiles, o bumbá a cada ano se renova. “Temos o Márcio que é mestre da Marujada Mirim e com o pedido de desligamento do Baleinha nós o convidamos, juntamente com o Luiz Carlos, para compor a regência do item. Foi uma opção pessoal do Jonédson sair, inclusive nos enviou agradecimentos, na qual a decisão foi aceita pela diretoria. Com a coordenação da Marujada, damos um novo rumo ao item em busca do título de campeão do festival”, pontuou.

Texto: Gerlean Brasil / (92)99265-3483
Fotos: Divulgação



Assessoria de Imprensa da Associação Cultural Boi-Bumbá Caprichoso
(92) 98413-7355

LEIA TAMBÉM

29/6/19 Caprichoso mostra superioridade, boi técnico e emocionante na primeira de apresentação

“Do Caos à Utopia”. Essa foi narrativa do espetáculo apresentado pelo Boi Caprichoso


29/6/19 Na busca pelo tri, Caprichoso exalta figuras femininas

‘Um canto de esperança para Mátria Brasilis’ foi a escolha do bumbá para a apresentação das três noites do Festival


24/6/19 Fé e emoção marcam chegada de alegorias do Caprichoso na concentração

A primeira alegoria levada para a concentração do Bumbódromo foi o módulo, com Nossa Senhora do Carmo, do artista Makoy Cardoso


24/6/19 Boi Caprichoso festeja São João e leva multidão às ruas de Parintins

Uma multidão tomou conta das ruas de Parintins para brincar com o Boi Caprichoso


23/6/19 Boi Caprichoso recepciona caravana do Movimento Marujada

Reforço saiu de Manaus para a disputa do 54° Festival de Parintins







Festival 2020: 26, 27 e 28 de junho



ASSOCIAÇÃO CULTURAL BOI-BUMBÁ CAPRICHOSO
Todos os direitos reservados - boicaprichoso.com