Viva a Cultura Popular!
2012 20 toadas 268.780 acessos

TAMBÉM DISPONÍVEL EM:




Que ritmo é esse que te prende, e te alucina
Te arrepia, se espalhando feito um facho de alegria
Me contaram é o doce balanço de um boi
Que ritmo é esse que te prende, e te alucina
Te arrepia, se espalhando feito um facho de alegria
Apaixonante, nosso jeito caprichoso quando chega contagia

É um som tropical, de terreiro e quintal
Até as cordilheiras, descendo em aldeias
Tocando em quilombo, carregando cuia,
Acompanha o menino pelas ribanceiras
É um bailado gostoso, é do povo
É do tronco tupi guarani
É dos tupinambá, é dos parintintim, ou é da Ilha Tupinambarana
É mestiço, é o batuque, é sotaque
É mistura do povo
É o sorriso, improviso sem medo
É o antigo e o novo
É o sacode do Norte que não escolhe
Rico ou pobre, qualquer um aprende
É o encontro das tribos, de todas as cores
De muitos Brasis, de muitos amores
De crença e festa
De gente e floresta
Liberta a vaidade e vem brincar de boi

É boi-bumbá, meu boi,
É popular, meu boi
É o folclore da nossa Amazônia
É dois pra lá, dois pra cá

GLOSSÁRIO INTERATIVO:

CAPRICHOSO: O Boi de Parintins, que defende as cores Azul e Branca. Seu símbolo é a estrela azul, a qual ostenta em sua testa. O Guardião da Floresta, do folclore parintinense, do imaginário caboclo e do lendário dos povos indígenas. Defensor e divulgador da arte do
ILHA TUPINAMBARANA: ilha fluvial localizada à margem direita do curso médio do Rio Amazonas, tendo como divisor de águas o Paraná do Ramos, o Uarariá e pequeno trecho do Rio Madeira
TUPI: Tronco cultural que aglutina os índios das famílias linguísticas Guarani, Araquem, Juruna, Mondé, Munduruku, Ramarama, Tupari, Aweté e Mawé, habitantes da América Latina.
TUPINAMBÁ: tribo indígena do grupo Tupim falantes do tupinambá, andarilhos, habitavam costa Atlântica do Brasil no séc XVI e no arquipélago das Tupinambaranas, a Ilha de Tupinambarana (AM) onde está localizada a cidade de Parintins. Seus descendentes, 40 famílias foram oficialmente reconhecidas pela FUNAI em Olivença, no Nordeste.
TUPINAMBARANA: nome dado pelo padre alemão João Felipe Bettendorff quando fundou Parintins na aldeia de tupinambarana em 1669. É uma derivação da junção de tupi: verdadeiro, nambá: corruptela de nembá + rana: falso. Nome dado as tribos extintas de Parintins: parintim, parauenis, parintintim, patuarana, paraviana, sapópé e tupinambarana.



Toadas & Letras de 2012
Viva a Cultura Popular Balanço Popular Superação Caprichoso Azul do Meu Brasil Sensibilidade Rufar do Tambor A Mística Xinguana Sabedoria Ancestral Virgem do Carmelo Garra de Marujeiro Universo de Amor Morceganjo Mai Marakã Farinhada Filhos da Mundurukania Ritual Tariana Paikicés Munduruku Cabocla Folguedo Caprichoso Aplica Petché


OUÇA NOSSAS MÍDIAS
Deslize as imagens para os lados e toque/clique na mídia escolhida
Clique
Clique
Clique
Clique
Clique
Clique
Clique
Clique
Clique
Clique
Clique
Clique
Clique
Clique
Clique
Clique
Clique
Clique
Clique
Clique
Clique
Clique
Clique
Clique
Clique
Clique
Clique

Baixar mídia

Os arquivos de áudio aqui disponíveis, objetivam a divulgação cultural da nossa brincadeira de boi-bumbá, das nossas raízes e nossas tradições. Estão PERMITIDAS as audições pessoais, acadêmicas, escolares e demais, desde que sem fins lucrativos e/ou comerciais. Não estão permitidas as reproduções integrais ou parciais de qualquer música (toada), em quaisquer meios comerciais ou mídias sociais monetizadas ou não, sem prévio e expresso consentimento da ACBBC* e/ou dos próprios compositores.

Festival 2020: 26, 27 e 28 de junho



ASSOCIAÇÃO CULTURAL BOI-BUMBÁ CAPRICHOSO
Todos os direitos reservados - boicaprichoso.com